29.12.07

Passando pelo Dragoscopio

A entrevista de Benazir Bhutto, em que ela afirma “Omar Sheikh, o homem que assassinou Osama Bin Laden...”




E este, em que imediatamente se leva acabo a destruição das provas

20.12.07

Os políticos não querem fazer leis que os possam queimar.

15.12.07

Global Warming - Doomsday Called Off (1/5)


Global Warming - Doomsday Called Off (2/5)


Global Warming - Doomsday Called Off (3/5)


Global Warming - Doomsday Called Off (4/5)


Global Warming - Doomsday Called Off (5/5)


20/20 - Is there really a global warming consensus?


The Myth about Global Warming


Global Warming Hoax

Será mito ou realidade? Depois de saber que o principal impulsionador e prémio nobel, gasta 20 vezes mais electricidade numa das suas casa, que o americano médio... Qual será o objectivo de tudo isto? Impedir, como alguns dizem, que África e outros tais, se desenvolvam?

Scientists threatened for 'climate denial'

O termo "deniel" (negação) aqui tem a mesmo peso pejorativo que o "holocausto deniel"

O que tenho descoberto é que os cientistas não negam as alterações climáticas, como o aquecimento global, o que afirmam é não concordar com as conclusões catastróficas tão em voga.

14.12.07

http://www.brusselsjournal.com/node/2773

“3. The Treaty makes us all real citizens of this new European Union for the first time, instead of our being notional or honorary European "citizens" as at present:

A State must have citizens and one can only be a citizen of a State.

Citizenship of the European Union at present is stated to "complement" national citizenship, the latter being clearly primary, not least because the present EU is not a State. It is not even a corporate entity that can have individuals as members, not to mind citizens.

By transforming the legal character of the Union, the Lisbon Treaty transforms the meaning of Union citizenship. Article.17b.1 TEC/TFU replace the word "complement" in the sentence "Citizenship of the Union shall complement national citizenship", so that the new sentence reads: "Citizenship of the Union shall be in addition to national citizenship." This gives the 500 million inhabitants of the present EU Member States a real separate citizenship from citizenship of their national States for the first time. It gives a treble citizenship to citizens of Bavaria and Brandenburg within a Federal State like Germany. The rights and duties attaching to this citizenship of the new Union are be superior to those attaching to citizenship of one's own national State in any case of conflict between the two, because of the superiority of EU law over national law and constitutions.

As most States only recognise that one can have a single citizenship, henceforth it is one's Union citizenship which will be regarded by other countries as primary and superior to one's national citizenship.

Although we will be given rights as EU citizens, we should not forget that as real citizens of the new European Union we also owe it the normal citizens' duty of obedience to its laws and loyalty to its authority, which will be a higher authority than that of our national States and constitutions.

Member States retain their national constitutions, but they are subordinate to the new Union Constitution. As such they will no longer be constitutions of sovereign States, just as the various local states of the USA retain their constitutions although they are subordinate to the Federal US Constitution.”

“The Treaty underlines the subordinate role of National Parliaments in the constitutional structure of the new Union by stating that "National Parliaments shall contribute actively to the good functioning of the Union" by various means set out in Article 8c, amended TEU. The imperative "shall" implies an obligation on National Parliaments to further the interests of the new Union.... The provision of the Treaty that if one-third of the National Parliaments object to a Commission proposal, the Commission must reconsider it but not necessarily abandon it, is small compensation for the loss of democracy involved by the loss of 68 vetoes by National Parliaments as a result of other changes proposed by the Lisbon Treaty.”

“... culmination of what started nearly 60 years ago when the 1950 Schuman Declaration, which is commemorated annually on 9 May, Europe Day, proclaimed the European Coal and Steel Community to be the "first step in the federation of Europe".”

13.12.07

Algumas afirmações sobre o novo tratado

The difference between the original Constitution and the present Lisbon Treaty is one of approach, rather than content [...] The proposals in the original constitutional treaty are practically unchanged. They have simply been dispersed through the old treaties in the form of amendments. Why this subtle change? Above all, to head off any threat of referenda by avoiding any form of constitutional vocabulary [...] But lift the lid and look in the toolbox: all the same innovative and effective tools are there, just as they were carefully crafted by the European Convention.

Valery Giscard D'Estaing, former French President and Chairman of the Convention which drew up the EU Constitution, The Independent, London, 30 October 2007


"I think it's a bit upsetting [...] to see so many countries running away from giving their people an opportunity", Irish prime minister Bertie Ahern said on Sunday 21 October, according to the Irish Independent. 'If you believe in something [...] why not let your people have a say in it. I think the Irish people should take the opportunity to show the rest of Europe that they believe in the cause, and perhaps others shouldn't be so afraid of it,' he added."

Taoiseach Bertie Ahern, EU Observer, Brussels, 22 October 2007


They decided that the document should be unreadable. If it is unreadable, it is not constitutional, that was the sort of perception. Where they got this perception from is a mystery to me. In order to make our citizens happy, to produce a document that they will never understand! But, there is some truth [in it]. Because if this is the kind of document that the IGC will produce, any Prime Minister – imagine the UK Prime Minister – can go to the Commons and say “Look, you see, it's absolutely unreadable, it's the typical Brussels treaty, nothing new, no need for a referendum.” Should you succeed in understanding it at first sight there might be some reason for a referendum, because it would mean that there is something new.

Giuliano Amato, former Italian Prime Minister and Vice-Chairman of the Convention which drew up the EU Constitution, recorded by Open Europe, The Centre for European Reform, London, 12 July 2007


Public opinion will be led to adopt, without knowing it, the proposals that we dare not present to them directly [...] All the earlier proposals will be in the new text, but will be hidden and disguised in some way.

Valery Giscard D'Estaing, Le Monde, 14 June 2007, and Sunday Telegraph, 1 July 2007


The most striking change [between the EU Constitution in its older and newer version] is perhaps that in order to enable some governments to reassure their electorates that the changes will have no constitutional implications, the idea of a new and simpler treaty containing all the provisions governing the Union has now been dropped in favour of a huge series of individual amendments to two existing treaties. Virtual incomprehensibilty has thus replaced simplicity as the key approach to EU reform. As for the changes now proposed to be made to the constitutional treaty, most are presentational changes that have no practical effect. They have simply been designed to enable certain heads of government to sell to their people the idea of ratification by parliamentary action rather than by referendum.

Dr Garret FitzGerald, former Irish Taoiseach, Irish Times, 30 June 2007


The substance of the constitution is preserved.That is a fact.

German Chancellor Angela Merkel, speech in the European Parliament, 27 June 2007


The good thing is that all the symbolic elements are gone, and that which really matters – the core – is left.

Anders Fogh Rasmussen, Danish Prime Minister, Jyllands-Posten, 25 June 2007


The substance of what was agreed in 2004 has been retained. What is gone is the term “constitution.”

Dermot Ahern, Irish Foreign Minister, Daily Mail Ireland, 25 June 2007


90 per cent of it is still there [...] These changes haven't made any dramatic change to the substance of what was agreed back in 2004.

Irish Taoiseach Bertie Ahern, Irish Independent, 24 June 2007


The aim of the Constitutional Treaty was to be more readable; the aim of this treaty is to be unreadable [...] The Constitution aimed to be clear, whereas this treaty had to be unclear. It is a success.

Karel De Gucht, Belgian Foreign Minister, Flanders Info, 23 June 2007


The good thing about not calling it a Constitution is that no one can ask for a referendum on it.

Giuliano Amato, speech at London School of Econmics, 21 February 2007


Referendums make the process of approval of European treaties much more complicated and less predictable [...] I was in favour of a referendum as a prime minister, but it does make our lives with 27 member states in the EU much more difficult. If a referendum had to be held on the creation of the European Community or the introduction of the euro, do you think these would have passed?

Commission President Jose Manuel Barroso, Irish Times, 8 Feb.2007; quoting remarks in Het Financieele Dagblad and De Volkskrant, Holland; also quoted in EUobserver, 6 February 2007

7.12.07

Muammar Kadhafi

“Durante a sua intervenção, de cerca de 50 minutos, o líbio defendeu a proibição do uso de armamento nuclear se este for uma ameaça para a vida humana, e que ainda não começou a terceira guerra mundial, porque «há um receio em relação ao nuclear e isso é perturbador».”


1.12.07

O passeio das ogivas.
É só digitar no Googe “missing nukes Barksdale AFB” e ficamos a saber que seis ogivas nucleares, por misteriosos erros, foram retiradas de um bunquer, foram montadas em seis misseis de cruzeiro, último grito, montadas nas asas de um B52, e, alegremente voaram desde o North Dakota até ao Loisiana.
Uma delas parece que ainda anda desaparecida.
Parece também que alguns intervenientes(?), andam a ter acidentes mortais ou são encontrados... suicidados(?)
Alguma leitura aqui, aqui e aqui

27.11.07

O José: “...Contudo, estou preocupado com as diferenças que temos com a Rússia, mais recentemente com as que dizem respeito à Defesa.". -- E os russos ficaram aflitíssimos!

“Em comunicado, Lisboa chama a atenção para os graves distúrbios em Moscovo, Sampetersburgo e outras cidades russas, sublinhando que as liberdades de associação, reunião e expressão são direitos fundamentais” -- Esqueceram-se de mandar a policia saber quem iria participar na manifestação.

“Se o país cumprir os critérios temos de o deixar juntar-se a UE. Caso contrário, continua de fora." -- Eu tb tinha essa ideia, o que não fica dentro fica fora, mas...

***

Uma curiosidade

Lições da História de Portugal - Guerra do Roussillon - A Traição de Espanha a Portugal

A Guerra do Roussillon é uma das mais negras páginas da história de Portugal .Revela, de forma muito vincada ,que Espanha é o nosso inimigo.

Na sequência da Revolução Francesa a Espanha aliou-se à Inglaterra, para combater a França.

O prémio para Espanha seria a anexação - a Espanha - da região de Roussillon, de raiz catalã.

Espanha pediu auxilio a Portugal e nós enviamos um corpo expedicionário, como socorro militar a Espanha, na base do artº 4º do Tratado do Pardo, de 11 de Março de 1778.

Portugal perdeu milhares de homens.

Espanha , sem informar Portugal, negociou a paz com a França, em Basileia, 22/6/1795, e , subitamente ,os espanhóis passaram a ser aliados dos franceses ,contra os ingleses e contra os portugueses!!!

Repito: contra os portugueses que lá os estavam a ajudar!!!

Manuel Godoy, o Primeiro Ministro espanhol, celebrou um acordo com a França para dividir Portugal e criar um principado para ele , Manuel Godoy, no Alentejo e Algarve.

O que depois foi materializado pelo Tratado de Fontainebleu, já no domínio mais vasto da aliança Franco-Espanhola.

Milhares de militares portugueses, sob comando integrado espanhol, nos pireneus, sem linhas de abastecimento próprias , passaram de aliados a inimigos de um momento para o outro e foram morrendo às centenas.


Petróleo Petróleo

"The suggestion that petroleum might have arisen from some transformation of squashed fish or biological detritus is surely the silliest notion to have been entertained by substantial numbers of persons over an extended period of time."
Fred Hoyle, 1982.

24.11.07

Teixeira dos Santos revelou ainda que um em cada cinco contribuintes que reclamam junto do Fisco tem razão, o que coloca a taxa de sucesso das reclamações em 20%. O número de reclamações graciosas tem variado entre 35 e 38 mil nos últimos cinco anos, adiantou o ministro, ...”
“...um em cada cinco contribuintes que reclamam junto do Fisco tem razão...”
O que é uma percentagem elevadíssima.
Não estamos a falar dos contribuintes que não reclamam. Porque têm medo, depois de ouvirem os seus contabilistas, também estes cheios de medo, ou porque ignoram os seus direitos, nem da linguagem dúbia usada pelo fisco, que evidentemente baralha e intimida, nem da falta de dinheiro para se defenderem.
Fisco detectou dívida fiscal de 3.300 milhões em 2006”
Suspeito eu, que isto não passa de uma falácia. O que o fisco fez, na melhor das hipóteses, foram umas inspecções em que achou, bem ou mal, essa é outra questão, que as declarações dos contribuintes não estava correcta. Somou tudo e alardeou 3.300 milhões.
E, seguem-se os pseudo-benefícios... e a vergonhosa manipulação.
Quer isto dizer que, se não houvesse incumprimento por parte daqueles que se evadem e procuram defraudar o fisco, os contribuintes cumpridores poderiam pagar quase menos 38 por cento de IRS ou menos 25% de IVA.”
Que encantadora notícia, e, segue-se o resto do encanto, mais um impulso, para dar uma ideia de luta contra os malandros.

A dois meses do final do ano, Azevedo Pereira, com a meta das cobranças coercivas em risco, 4% abaixo do previsto em Setembro, decidiu dar mais um impulso às cobranças e pressionar os serviços para arrecadar mais e mais rápido, aumentando a pressão sobre os funcionários do Fisco e a tensão sobre os contribuintes.”
“Concentrar os recursos humanos disponíveis em tarefas que produzam cobrança coerciva” e acelerar as operações de penhoras, avaliações e marcações de vendas de imóveis”, tendo em conta que “é necessário promover a penhora do maior volume possível de prédios durante os próximos dias, a fim de ainda ser possível a avaliação e marcação da venda no ano corrente” pressiona o sr Azevedo Pereira
Não é mencionado pelo sr Azevedo Pereira que a cobrança deve levar em conta os direitos dos contribuintes por exemplo. Lapso de certeza, ou a certeza que isso é ponto assente...
“No mesmo sentido, o fiscalista João Espanha diz que se chegou «a um ponto em que vale tudo». «A receita da cobrança já começou a entrar pela via da violação das garantias dos contribuintes», afirma, acrescentando que «na dúvida cobra-se, na dúvida penhora-se e na dúvida vende-se».”
Olha, afinal, parece-me que as minhas suspeitas, não são só minhas...
Alguém tem de beneficiar... E espero para ver quem serão os próximos.
Benefícios fiscais a fundações triplicam
...em 2006, as 477 fundações com cadastro no Ministério das Finanças obtiveram benefícios fiscais de 54 milhões de euros, mais 217 por cento do que os 17 milhões de euros atribuídos no ano anterior, diz o “Correio da Manhã”.”
Claro que uma desgraça nunca vem só.

15.11.07

Anexação de Timor-Leste pela Indonésia

Destino estava traçado desde 1963”


O investigador português Moisés Silva Fernandes descobriu recentemente que em 1963 o Reino Unido, Austrália, Estados Unidos da América e Nova Zelândia "chegaram a acordo sobre a incorporação de Timor-Leste" na Indonésia.”


"Estes encontros foram secretos, Portugal nunca foi informado de nada.”


Com amigos deste quem precisa de inimigos!!!

Do Dragoscopio fui dar ao Horizonte e, por causa o livro Outras Perdas, ao Causa Nacional.

Como tinha lido o livro, 2ª edição, resolvi ler o resumo feito.

Em tempos pensei em fazer eu o resumo, mas deparei-me sempre com uma frase que me deu e dá, volta ao estomago e resume o livro. O resto do livro é a demonstração da intenção destrutiva dos dirigentes aliados para com os alemães.

“(...) Novembro-Dezembro: Conferência de Teerão; Estaline e Roosevelt brindam à morte de 50 mil oficiais alemães a abater após aguerra; Elliot Roosevelt (filho de Roosevelt) brinda a mais abates e diz que o exército norte-americano o apoiará. (...)”

14.11.07

Procuradora-Geral Adjunta Cândida Almeida.

- Acabou a investigação para o crime organizado.

- O legislador não tinha o direito de fazer isto ao País.

13.11.07

Contenção orçamental.

Quando muito se fala de crise, eis um exemplo supremo de contenção orçamental, e porque não, elevada moral.

Compra premente de carros. É que, os anteriores, que tinham sido comprados em 2003, já estavam efectivamente muito velhos e gastos. Já tinham, abismemo-nos, 4 anos.

“O negócio, sem incluir o imposto automóvel (IA), de que as instituições públicas estão isentas, rondou um valor global de quase 176 mil euros (35 mil contos)...”

Por, cinco (5) carros. Tantos meu Deus. Como o conseguiram não sei.

Para além do valor irrisório dos carros, os equipamentos, imprescindíveis, são um exemplo de contenção.

... Audi Limousine 2.0TDI, de 140 cavalos. Esta viatura, sem o IA, custou ao Estado* 38 615,46 euros, com 2.831 euros de equipamento opcional, nomeadamente caixa de 6 CD, computador de bordo a cores, sistema de navegação plus, sistema de ajuda ao parqueamento, alarme e pintura metalizada.

Mais quatro Volkswagen Passat Limousine 2.0TDI - 34 257,40 cada

Se isto não é uma boa gestão, dos nossos parcos recursos, então, não sei o que é.


* Um pequeno lapso do DN. Isto é, a todos nós

5.11.07

Mais de 61,6 milhões de euros. Esta é a verba que o Governo prevê gastar só em deslocações e estadas no próximo ano e que ultrapassa em cerca de dez milhões o montante orçamentado para este ano: 51,8 milhões.

Como vemos, os políticos continuam a reduzir as despesas. Não com eles, mas com a capacidade de todos nós, de gastarmos o dinheiro que ganhamos, com aquilo que quizermos, ou até com aquilo que nos faz falta.

31.10.07

As coisas que se escutam.

Não posso impedir que me escutem”, garantiu Pinto Ribeiro.
Bom, em certo sentido ainda bem.

... conselho do técnico que lhe instalou o telefone no gabinete. «Disse que se o procurador quisesse ter uma conversa mais secreta, então deveria ligar a televisão e falar perto dela».”
Os ténicos já não são o que eram.

... Pelo menos motivou uma discussão saudável sobre o tema»...” “Algum deputado é capaz de garantir que não tem o seu telefone sob escuta?”.
Que discussão saudável... Com tanta saúde injectada, até os tintins ficaram a abanar.

... Penso que tenho um telemóvel sob escuta. Às vezes faz uns barulhos esquisitos.”
Os filmes que viu, eram da altura do D. Afonso Henriques? Que tal um télélé novo?

24.10.07

Dunkirk
"England is fighting to the last Frenchman" - William Joyce
A Inglaterra está a lutar até ao último francês.
Que ninguém duvide.
É preciso uma espantosa... galhardia...

O orçamento "Porreiro, pá!"

Bagão arrasa "orçamento manhoso"

Segundo o sr B. Féliz, a desorçamentação é tão grande que; "Qualquer dia temos um OE em que o Estado está fora do Estado"

"Assim é fácil, não custa termos orçamentos equilibrados, só que são uma fantasia"

Tal e qual este governo. Fantasia a descambar para o macabro.

"A comunicação social, por ignorância, por complacência ou por desistência, não é capaz de pôr à luz do dia estas questões, tão importantes para o futuro dos nossos filhos."

Por nenhuma destas razões, mas sim por conveniência, ou quem sabe, ordens são para cumprir...

O orçamento porreiro pá, porque, é porreiro para uns, e a pá, para os outros... os do costume...

23.10.07

Notícia” hilariante.

O fumo do tabaco é a principal causa de poluição do ar na Europa, conclui um estudo europeu...”

O que esta notícia e este estudo revelam, é que o escrevinhador e os estudantecos, têm de deixar de fumar, sob pena de qualquer dia, atirarem pedras às cegonhas, caso queiram abortar.

Sobre a velha tratada, travestida, isto é, a nova tratada, afirma o José que: “resolve a crise do passado e coloca a Europa com os olhos no futuro”.

Ora, eu cá tenho a ideia de que as crises passadas não se resolvem, pela simples razão de já terem passado, e, que o passado já não volta a estar presente. Mas está visto que estou errado.

Também afirmou que o novo tratado: “recolhe sem alteração o alargamento da participação do PE no processo legislativo”.

Demonstrando novamente que também aqui estou errado, que é mesmo a velha tratada travestida.

Conclusão. Os tratantórios, tratantearam o velho trasvisto tratado, travestindo-o. Com tanta tratantada, não surpreende que não queiram referendar a tratantice, e nos estejam a trastear.

22.10.07

Campanha racista leva direita ao poder na Suíça.”

Causou polémica com a sua campanha racista e xenófoba, mas a União Democrática do Centro (UDC) foi a grande vencedora das eleições legislativas na Suíça. E se o partido da direita populista, que promete expulsar do país todos os criminosos estrangeiros, conseguiu o melhor resultado de um partido na Suíça desde 1920...”

-- Acabo de descobrir uma nova definição para os termos “racista” e “xenófobo”. Se um país expulsar criminosos, que não são nacionais, porque os nacionais são responsabilidade do próprio país, é, por actos de magia inexplicável, racista e xenófobo.

“Estes resultados são o corolário de uma campanha marcada por uma rara violência, que culminou com violentos confrontos entre a polícia e militantes da extrema-esquerda que tentavam impedir uma manifestação da UDC em Berna.”

-- A esquerda, democrática, no seu melhor!

O partido de Blocher, xenófobo e anti-europeísta, esteve no centro do debate durante a campanha devido a um cartaz no qual uma ovelha branca expulsa com um coice uma ovelha negra do território suíço.”...

-- Vá lá que o nosso PR, quiçá sabendo destes novos devaneios do DN e dos fazedores de opinião, exortou para que a boa moeda, e não a boa ovelha, expulsasse a má moeda e não a ovelha negra ou ranhosa.

...“Num país em que os estrangeiros representam 20% da população, o cartaz foi muito mal recebido. Ouvido pela BBC, Georg Lutz, analista na universidade de Berna, explicou que a economia Suíça depende dos imigrantes. "Se expulsássemos todos os imigrantes, a nossa economia entrava em colapso de um dia para o outro", explicou o professor.”

-- Engraçado como toda a economia europeia depende dos imigrantes. Será que temos uma europa sem nativos? Será que os europeus não trabalham? Ou será que estão a falar duma economia paralela?

-- O sr Georg Lutz, analista na universidade de Berna, anda muito confuso, ou então a universidade de Berna, já não é o que era. Pobres alunos. O dito sr, já não sabe qual a diferença entre criminosos e imigrantes. Enfim, ainda falam das nossas universidades. A continuar assim, ainda deixam de fabricar chocolate castanho...

“Os dirigentes da direita populista explicaram que apenas querem expulsar os estrangeiros que tenham cometido crimes. Mas a sua proposta de lei refere também o repatriamento das famílias dos criminosos.”

-- Parece-me uma medida sensata, mas devido à mais que evidente falta de bom senso, na notícia, o melhor é não comentar.

“Os críticos da UDC temem que este género de campanha destrua a imagem de consenso e tolerância que caracteriza a Suíça. conhecida internacionalmente pela neutralidade, além do segredo bancário, os chocolates e os relógios.”

-- Ou os críticos ou o escrivão de serviço, andam baralhados com as definições. Quiçá estes críticos são os resultado de muitos Georg Lutz.

Como sempre nestas coisas, convém ler a notícia noutros jornais.

19.10.07

Há acrósticos muito traiçoeiros! E esta, hem?

Salazar
Outrora
Caiu...
Reencarnou
Agora
Transformado
Em
Socialista...

De correio recebido

"Nasceu o Tratado de Lisboa"
Só resta verificar se tem deformidades etc.
Pelos vistos é um menino


Os líricos.
"Nasceu hoje o novo Tratado de Lisboa. É uma vitória da Europa" José Sócrates, primeiro-ministro português e presidente em exercício do Conselho Europeu

"Estamos realmente perante um acordo histórico que dá à União Europeia a capacidade de agir no século XXI" Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia

Os realistas
"A Polónia obteve tudo o que queria" Lech Kaczynski, presidente da Polónia

"O Tratado foi aprovado, as 'linhas vermelhas' foram garantidas, os interesses britânicos foram protegidos. Está na altura de a Europa se dedicar a outra coisa" Gordon Brown, primeiro-ministro britânico
.

Recorde-se que, a 9 de Julho, Sócrates voou até Londres para se encontrar com o primeiro-ministro britânico e discutir assuntos relacionados com a presidência portuguesa da União Europeia. Brown aproveitou o fim do encontro para tecer elogios e agradecer o esforço feito pela PJ para encontrar Madeleine. Nesta altura, Kate e Gerry McCann falavam com frequência com o governante britânico e ainda não tinham sido constituídos arguidos.”

-Agora que foram constituídos arguidos; “Já tinha discutido este assunto com ele [Sócrates] antes, para me certificar que a polícia portuguesa está a fazer tudo o que é necessário para resolver este caso”, disse Brown.”

-Ó brown, get lost.

Fontes da PJ consideram que a situação de ontem “não é normal” mas recusam mais comentários.”
-Claro e fazem bem...

O superintendente-chefe (reformado) Chris Stevenson esteve em Portugal com especialistas em Comunicação e em Medicina forense para fazer uma análise ao trabalho da Judiciária.” ???

-Bom, e que tal irem inspeccionar a merda que têm em casa?

17.10.07

Comecemos pelo fim de notícia.

...em 1997 chegou mesmo a afirmar que, caso fosse descoberto que a homossexualidade está gravada nos genes, as mães dessas crianças deveriam poder abortar. Tudo porque "todas elas gostariam de um dia poder ter netos".”

Se se pode abortar porque não se tem condições, esta perece-me poder ser uma razão, para alegar falta de condições.

Os negros são menos inteligentes que os brancos.

A teoria é defendida pelo conceituado biólogo James Watson, detentor do Nobel da Medicina em 1962 pela descoberta da estrutura molecular do ADN.”

Sem saber bem qual foi exactamente a terminologia utilizada e em que condições ou contexto em que o sr fez estas afirmações, já me fartei de rir com os comentários condenatórios dos leitores e com a perspectiva do vendaval que se aproxima.

Vamos a ver se nos próximos capítulos, não aparecem as vozes do costume a declarar que a xenofobia está mais viva que nunca.

12.10.07

“O antigo vice-presidente norte-americano Al Gore e o Painel Intergovernamental das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas vão dividir o Prémio Nobel da Paz de 2007, foi esta sexta-feira anunciado pelo comité nobel, em Oslo.”

Acreditando piamente no que este sr e o tal Painel Intergovernamental das Nações Unidas afirmam, procurei na “net” sobre provas do aquecimento global.

A prova que encontrei é, irrefutável!!!!


2.10.07

Ontem

"A polícia britânica tem estado unicamente a trabalhar sobre aquilo que o casal McCann pretende e lhe convém." Foi num tom explosivo e revoltado...” Gonçalo Amaral

“...para quem os seus colegas ingleses "têm vindo a investigar dicas e informações criadas e trabalhadas pelos McCann, esquecendo-se que o casal é suspeito da morte da sua filha Madeleine"....”

“Carlos Anjos, que acusa Gerry e Kate McCann de, "ao anunciarem diariamente um facto novo, pretenderem distrair e atrapalhar a investigação"....”

“"os McCann iniciaram uma campanha de descredibilização da polícia portuguesa quando esta apresentou a tese da morte da menina, substituindo, assim, a do rapto, que muito lhes convinha". ...”

“...Quando as coisas mudaram e passou a haver a tese da morte, mudou radicalmente a postura dos McCann, os quais, aliás, nunca ajudaram nem facilitaram, desde o princípio, a investigação". ...”

Hoje

“O Coordenador da Polícia Judiciária (PJ) de Portimão, Gonçalo Amaral, foi demitido, esta tarde, depois de ter lançado fortes criticas aos investigadores ingleses que colaboram nas investigações ao desaparecimento de Madeleine McCann. ...”

“«O casal McCann não pode confessar algo que não fez e não pode nem deve mentir só para agradar à PJ», declarou... Carlos Pinto de Abreu.”

-Será que para agradar a eles próprios, já podem e devem mentir?... Sem por em causa a fé, claro.

“Pinto de Abreu aconselhou ainda a PJ a «falar menos, a trabalhar mais e a encontrar a criança».”

-Não sabia que só tinham e têm estado a trabalhar em part-time?...

Caso Maddie: Alberto Costa diz existir "cooperação profícua" entre polícias portuguesa e inglesa.”

-O que será que quer dizer cooperação profícua?

Por acusa de um comentário no Dragoscopio, fiquei a saber que existe uma Região Autónoma Judaica na Russia, cuja capital é Birobidjan, a língua oficial é o ídish e foi fundada em Maio de 1934.

Havia quem defendesse esta região em detrimento da Palestina. Teve o apoio de Lenine e Estaline, embora o segundo tenha feito por lá umas purgas.


Aqui, aqui e em especial este aqui alguma informação. Suscita e levanta algumas curiosidades e questões.

28.9.07

Ao sr Santana Lopes, os meus parabéns!

27.9.07

Segundo divulga o http://pt.novopress.info/?p=1779 , ““Katyń”, dirigido por Andrzej Wajda, é o primeiro filme polaco sobre o massacre de Katyn....”.
O massacre de Katyn, executado pelos Soviéticos, mas que por muitos anos, os Nazis é que foram considerados os assassinos.
Resolvi então procurar mais alguma coisa sobre o assunto.
O Primeiro video é sobre o filme, o segundo é um documentário sobre Katyn.

Documentário sobre o filme
Added: September 18, 2007
From: chortee26
"Katyn", directed by Wajda, is the first Polish film on the Katyn crime and the so-called Katyn lie.
The movie uses stories from an authentic diary of major Adam Solski found during the exhumation in 1943 to tell the fate of four fictional officers and their families.
Wajda's father, lt. Jakub Wajda, then 43, was among the Polish officers taken prisoner by the Soviet army and killed by a shot to the back of the head in the Katyn forest.
In March 1940 Soviet leader Josef Stalin ordered the executions of 22,000 Polish army and police officers, intellectuals and clergy. The killings took place in the spring of the same year in the Katyn Forest. The victims, mostly from POW camps in Kozielsk, Starobielsk and Ostaszkow, were shot in the back of the head. The Nazis discovered the mass graves during their march on Moscow in the fall of 1941, but Soviet propaganda blamed the deaths on Adolf Hitler and punished anyone speaking the truth with harsh prison terms. In 1990, Moscow admitted that dictator Josef Stalin's secret police were responsible.


Documentário sobre Katyn
Added: July 01, 2007
From: Rogvist
When Soviet Russia invaded Poland in ... When Soviet Russia invaded Poland in September 1939 breaking treacherously several multilateral treaties as well as the existing Polish-Soviet Nonaggression Pact of 1932, the Polish Army's High Command ordered all Polish military units not to engage the advancing Soviet hordes unless absolutely unavoidable, or in self-defence. Despite almost full compliance with that order by the Poles, within days a number of Polish Army, State Police and Border Guard Corps' officers were murdered by the Soviets on the spot and thousands rounded up and incarcerated in prison camps.
Within next few months the prisons in Soviet-occupied Eastern Poland were overflowing with Polish Army and State Police officers, government officials, members of the bar, landowners, intellectuals, prominent public figures and ordinary Polish citizens. They were brutally interrogated, tortured or simply murdered without a trial and reason.
From the beginning of the Soviet occupation in September, 1939 to the outbreak of Nazi-Soviet hostilities in June, 1941, almost 1.7 million of Polish citizens were deported by the Soviets - most of them to uninhabitable regions of the Soviet Union. Most of them never to see their homeland again.
The Soviet Empire was taking revenge for its defeat in the Soviet-Polish War of 1919-1920 and preparing ground for implementation of a communist regime on Polish soil.
*
Although limited in number and slow, pieces of mail from families were reaching those incarcerated in three prison camps: Starobielsk, Ostaszkow and Kozielsk. And the mail from prison camps was coming to the anxious families.It stopped suddenly in April, 1940 and in April, 1943, a name of an inconspicuous Russian forest became a symbol of martyrdom - KATYN. Almost five thousand corpses, most of them wearing Polish Army uniforms, were found there dumped in layers in several enormous pits. Mouths packed with sawdust, hands tied with cord or barbed wire... And the mark of execution - a bullet hole at the base of the skull.Since the collapse of the Soviet empire several other locations have been uncovered to hide similar pits filled with layers of corpses wearing Polish uniforms - Kharkov... Mednoye... Bykovnia...


Nota - houve um erro na primeira postagem em que troquei os filmes. Mas agora está corrigido

26.9.07

Cérebro de um pedófilo é diferente?

Estudo aponta para uma explicação da patologia .

...A verdade é que, apesar dos resultados serem preliminares, são sugeridas diferenças na actividade neurológica, informa o jornal El Mundo”

Para chegar a estas conclusões, a equipa de Northoff observou uma ressonância magnética nuclear funcional à actividade cerebral de treze pedófilos e catorze sujeitos sãos enquanto eram mostradas imagens eróticas, emotivas ou neutras de adultos. Neste estudo, publicado pela revista «Biological Psychiatry», não foram utilizadas fotos de menores.”


Há aqui uma coisa que me deixa algo confuso.

Como é que se pode sugerir “diferenças na actividade neurológica”, nos pedófilos, se, “não foram utilizadas fotos de menores”?

19.9.07

Sobre a (des)educação, vejamos um pouco o que vem da Alemanha.

“German Government Publication Promotes Incestuous Pedophilia as Healthy Sex Education”

“Booklets from a subsidiary of the German government's Ministry for Family Affairs encourage parents to sexually massage their children as young as 1 to 3 years of age.”

"Fathers do not devote enough attention to the clitoris and vagina of their daughters....”

"The child touches all parts of their father's body, sometimes arousing him. The father should do the same."

“For ages 4-6, the booklet recommends teaching children the movements of copulation.”

Não tardará mesmo nada para que os nossos iluminados comecem a importar, porque é práfrentex, porque lá fora se faz assim, porque é ser evoluído, estas ideias aberrantes e perversas.

18.9.07

"Para a policia [PJ] esta é uma situação dramática. Ninguém conhece o novo Código, que nem sequer está à venda, e ninguém recebeu qualquer tipo de formação. ... estende-se igualmente aos funcionários judiciais. ... A confusão estende-se ainda aos próprios procuradores-gerais de todo o país, ...”

A seguir vem a parte ainda mais hilariante (para não lhe chamar outra coisa).

“... de acordo com Carlos Anjos, o tempo de investigação de cada inquérito passa a ser inferior (oito meses) e, no final desse período, a defesa do arguido adquire o direito de requerer ao Ministério Público que a mesma PJ passe então a fazer diligências no sentido de encontrar provas que ilibem os suspeitos. ...”

“No caso das grandes investigações distribuídas à PJ, a questão dos prazos poderá fazer abortá-las completamente. É que uma diligência relativa a um crime financeiro... ...demora em média cerca de nove meses (mais um do que a nova lei prevê). O cumprimento de uma carta rogatória enviada a polícias estrangeiras é ainda mais complicado. Exemplos: o caso Freeport, a quem foi solicitada a colaboração da polícia inglesa, demorou dois anos a obter resposta. O caso da eventual fuga aos impostos na qual surge o futebolista João Vieira Pinto espera uma resposta das autoridades do Luxemburgo há cerca de um ano.”
“Pior ainda é o cumprimento das perícias solicitadas ao Laboratório de Polícia Científica, cujos resultados demoram, em média, um ano a serem divulgados.”

-Não sei porque estou a pensar que isto está a ser feito para que certas investigações não cheguem ao fim?

Comentando as críticas vindas de diversos sectores, Alberto Costa declarou que "um certo alarmismo que alguns parecem estar irresponsavelmente a gerar não tem nenhuma razão de ser".”

Também penso que há muito alarmismo. Vejamos um exemplo prático.

Foi condenado por violar uma criança de seis anos até à morte. Daniel era deficiente e foi violado de forma «cruel e reiterada, com requintes de sadismo», disse a juíza Amélia Ameixoeira, em Dezembro do ano passado, quando aplicou ao padrasto, Fábio Cardoso, uma pena de 12 anos de cadeia. Mas no sábado foi posto em liberdade, noticia o Correio da Manhã.”

O sistema funciona muito mal, mas há quem entenda que ainda deve funcionar pior. E não é só o sr ministro.

17.9.07

Europa Democratica

http://www.brusselsjournal.com/node/2441

Novos métodos de imobilizar parlamentares europeus. Que diga o sr Frank Vanhecke. Penso que o policia não estava a apalpar a qualidade dos tomates do parlamentar, mas já não digo nada... Uma coisa parece-me clara, na UE a democracia ou melhor a pseudodemocracia está rapidamente a demonstrar a fronha.

Posso concordar ou não com a demonstração, com as razões, etc, não posso é concordar com a forma como lidaram com os manifestantes.


Portugaldiario

“O Código de Processo Penal, que entrou hoje em vigor, restringe a prisão preventiva, passando esta medida de coacção a poder ser aplicada apenas a crimes cuja pena prevista é superior a cinco anos.

Porém, no mesmo código está expressamente previsto que para crimes como corrupção, terrorismo e outros altamente organizados possa ser aplicada a prisão preventiva aos arguidos, independentemente da pena respectiva não atingir os cinco anos de prisão.”

As críticas ao novo Código do Processo Penal sucedem-se. Marcelo Rebelo de Sousa responsabiliza o Governo, a Assembleia da República [foi aprovado pelo PS e PSD] e o Presidente Cavaco Silva por terem permitido que assassinos condenados fossem colocados em liberdade, as forças policiais estão revoltadas e a Procuradora Maria José Morgado fala em «colapso» no combate ao crime.



Fico claramente com a impressão que os crimes de corrupção são para estes políticos mais importantes que a vida humana. O dinheiro acima da vida.

Espero que estes criminosos agora libertos saibam onde moram quem criou e apoiou esta lei, para lá poderem ir para fazer um bom regabofe. Só não lhes desejo as maiores felicidades, porque ainda não desci ao nível destes legisladores e apoiantes.

Sabendo que os tribunais não funcionam, estes indivíduos optam pela via mais perversa. Continua-se a não fazer justiça, agora, com a agravante, dos criminosos continuarem à solta, causando insegurança na população. Com medidas deste género fico convicto que a desgovernação é propositada.

10.9.07

O Dragão é que é culpado, por eu revelar estes segredos de estado.

Será que o eng Idelfonso foi ao mesmo encontro que o Ben Ladden?

Parece-me que o Ben entretanto leva alguma vantagem.
Vai treinando pelo caminho...

8.9.07

Vi no outro dia na RTP 1(?), um programa, espanto meu, sobre a mossad.

Tratava o programa sobre os vários assassinatos levados a cabo pela mossad em vários países europeus.

Aquando dos jogos olímpicos de Berlim um grupo de árabes assassinou uns atletas Israelitas. Israel entendeu levar a cabo umas operações de assassinato para servir de exemplo a quem matasse israelitas e para intimidar possíveis pretensões futuras, que como se vê não resultaram.

Várias coisas me espantaram;

1- a permissividade dos países europeus, o fechar os olhos, à actuação dos membros da mossad nos seus solos. Claro que a comunicação social e os orgãos dos estados nem piaram. Mas já estou habituado a ver os países ocidentais vergonhosamente de cócoras a abafá-lo.

2 - a prepotência de achar, que pelos vistos com razão, podiam (podem?) actuar noutros países. Aliás no sua página afirmam; “Planning and carrying out special operations beyond Israel’s borders.” Planear e levar a cabo operações especiais para além das fronteiras do estado de Israel.

3 - presumir a culpabilidade de certos indivíduos sem passar por um tribunal e assassiná-los

4 - a vergonhosa impunidade destes actos. Até para as próprias viúvas Israelitas condenaram.

5 - Na Noruega(?) acabaram por assassinar um inocente (não sei se os outros eram culpados), o que levou à captura pelas autoridades locais de quase todos os operacionais envolvidos. Mas a resposta de um individuo da mossad, penso que um responsável, é que me deixou não só espantado como indignado:

O pior foi terem-se deixado capturar.

Temos valores muito díspares.

5.9.07

Desgovernação

Certo parece ser que o novo Código de Processo Penal, que dia 15 entra em vigor, condiciona seriamente a investigação da criminalidade mais complexa.”
Estava a ver que não se punha cobro a esta situação. Nem todos podem ou devem ser investigados.

““Este Código está armadilhado. Mas o que nós faremos é cumprir todas as directivas do legislador. As consequências serão obviamente dramáticas mas isso não poderá nunca ser assacado aos magistrados ou aos polícias”, disse um procurador ao CM.”
A responsabilidade morre sempre solteira em Portugal.

““Que se saiba as polícias não têm mais meios. E por isso perguntamos? Como é que os inquéritos vão ser mais rápidos?”
Não são para ser mais rápidos, são para ser dificultadas as investigações, e...

E em casos de inquéritos como o da ‘Operação Furacão’, onde as perícias chegam a demorar mais de um ano, como é que se podem cumprir os prazos?”, pergunta António Cluny, presidente do Sindicato de Magistrados do Ministério Público.”
.. para não cumprir, anulando-se dessa forma as investigações, ou permitindo que os arguidos saibam o que está a ser investigado, para dessa forma poderem cooperar melhor com a justiça...

A par com a obrigatoriedade de serem cumpridos os prazos há outras alterações que podem pôr as grandes investigações em risco. Um desses exemplos tem a ver com a definição do que pode ser considerada uma nulidade no inquérito. Diz agora o novo Código de Processo Penal que tal se verifica sempre que forem “omitidas diligências que podem reputar-se de essenciais para a descoberta da verdade”.
“Isso significa que um arguido pode sempre requerer diligências morosas, como as que exigem a cooperação internacional, atrasando indefinidamente o fim do inquérito. Porque se essas não forem feitas, o mesmo é anulado à luz do Código de Processo Penal”, continua António Cluny.”
Parece-me obvia a intenção.

Aliás, os magistrados estavam esperançados no veto neste diploma, o que acabou por não acontecer. “As consequências destes diplomas e os danos que eles, inevitavelmente, vão causar na investigação criminal e na administração da Justiça, cabem por inteiro aos responsáveis políticos que os aprovaram e que permitiram que entrassem em vigor”, considera o Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, que desde o início criticou as alterações propostas pela extinta Unidade de Missão para a Reforma Penal, coordenada por Rui Pereira.”
Como todos nós sabemos, em Portugal, não há responsabilidade politica.

Em nota enviada ao CM, o ministério de Alberto Costa acrescenta, no entanto, que “a medida de coacção poderá ser substituída por obrigação de permanência na habitação ou vigilância electrónica”. “Não terão de ser sempre decisões de pura libertação”, sublinha o Ministério da Justiça, ...”
...substituída por obrigação de permanência na habitação ou vigilância electrónica” Ainda dizem que não há ninguém que viva na lua.

Depois de ler esta e outras notícias, fico convicto que a intenção de quem governa, ou obedece, é criar um sistema aparentemente democrático, mas que no fundo cria a sensação ou convicção, de impunidade para os prevaricadores, não de todos claro, mas dos que mandam nos que governam, dando a impressão que estamos num sistema anárquico. Ou num sistema em que os verdadeiros mandantes estão acima da lei.
A crença decresce como a exigência, abrindo caminho para todo o tipo de tropelias.

4.9.07

http://www.brusselsjournal.com/node/2402

The EU Tax Man Cometh to the Vatican

The Italian government is being asked by the European Commission (EC) to explain tax breaks which the Vatican enjoys on income from property. The EC has received complaints that the concessions amount to illegal state aid, despite the deal stemming from an agreement between Italy and the Catholic church dating back to 1929. [...]

Now, the Vatican has been called before the European Union for questioning. [...] The Vatican has agreed to co-operate fully with the EU, but many analysts say that the Holy See, or central government of the Catholic church, senses an underlying prejudice against the church.

Ed Pentin, Rome correspondent for the Catholic Herald, said the EU has a history of being anti-Catholic and anti-church. (realce meu) [...] Now, it will be up to the EU and the Italian government to decide whether an early twentieth century agreement granting tax breaks to the Vatican can be upheld.

31.8.07

Eu cá sempre acreditei que o planeta está a aquecer.

Amor com amor se paga.
Tu mandas-me brinquedos perigosos e eu mando-te vitaminas perigosas.

Sócrates reúne-se com Bush para debater energia e Médio Oriente.
Agora é que o Bush vai levar nas orelhas.

No Il Gatopardo, em Lisboa, estiveram na paparoca, o Sócrates... não, não o filósofo, o nosso, "...mais os ministros José Vieira da Silva, Augusto Santos Silva, Mário Lino e Alberto Costa, que deverão ter abordado com Sócrates várias matérias relacionadas com a presidência da UE."
Para dar um ar mais sério, no final da notícia convém dizer que; “...que deverão ter abordado com Sócrates várias matérias relacionadas com a presidência da UE....”, para que não pensemos nós, o povo, que de tanto abordarem, isto é falarem, das matérias relacionadas com a presidência da UE, aquilo é pano para mangas, tiveram de regar as amígdalas com o melhor vinhito possível, aperitivos, digestivos, cafés e afins, não fosse a bílis fazer das suas. E que no fim cada um pagou a sua conta e foram trabalhar afincadamente, como é hábito, para o bem de todos nós.
Convém por as coisas no seu devido lugar.

30.8.07

Correio da Manhã

“O bastonário da Ordem dos Médicos, Pedro Nunes, acusa o Ministério da Saúde de pressionar os clínicos gerais para efectuarem os abortos químicos (toma de pílula abortiva) nos centros de saúde quando a mulher faz o pedido até às dez semanas de gestação.”
“O Ministério da Saúde nega qualquer pressão.”
Hum, em quem devo eu acreditar? Decisão difícil visto a nossa escol governativa ser de uma credibilidade e justeza à prova de bala.
“...Pedro Nunes garantiu apoio aos clínicos. “Estão a ser pressionados para levar a cabo aquilo que parece ser um desígnio nacional. ...”
“Esse responsável critica esta “prioridade da política da saúde, com isenção da taxa moderadora, ao contrário do que acontece noutras áreas da saúde...”
Claro que a resposta está aqui; desígnio nacional, e isenção da taxa moderadora.
Que pena o aborto não ter sido legalizado à décadas, certamente estaria-mos agora em ascensão e não em queda.
Quem anda a dar umas quecas e empranha está isenta de taxas, atenção, desde que seja para abortar, e, quem por azar adoece, é também penalizado. Justiça Demo Cracia
Procurei, procurei, procurei e tornei a procurar mas não, não consigo encontrar palavras, para de forma minimamente correcta, descrever o que sinto por esta gente.
A profundidade deles é muita.

29.8.07

A mais espantosa criação da natureza e/ou de Deus, é o cérebro.

A mais espantosa criação do cérebro é a obesidade.

28.8.07

No jornal o Sol vem esta notícia:

Portugal não disponibilizou dados sobre delitos racistas à UE.

Mais adiante fala do racismo e xenofobia. Mas claro, só a que é praticada pelos nativos europeus, não pelos outros que para cá imigram. Nem pelas medidas tomadas propositadamente, para incentivar a estas reacções (reacções/acções evidentemente condenáveis venham elas donde vierem), para depois poderem justificar a criação de mais leis para obliterar as liberdades de todos.

Estas estatísticas são sempre importantes para se medir o “pulso” aos cidadãos. Desta forma não correm o risco de ir longe demais (nas várias fazes de imposição desta pseudo-democracia).

Isto faz-me lembrar um trecho que li algures na net.

Se jogar-mos uma sapo para dentro dum tacho com água a ferver, ele salta fora para não morrer queimado. Mas se o pusermos lá dentro e aos poucos formos aquecendo a água, ele vai-se habituando à temperatura até que será tarde demais quando se aperceber do fim iminente.

22.8.07

Antes rico e pobre, do que pobre e rico.

O ideal mesmo é; Antes rico e rico do que pobre e pobre.

O ideal, não tem mesmo piada nenhuma.

Certo mesmo é; o que é é! O resto, só serve para criar insatisfação.

Cria insatisfação, porque se raciocina de forma errada.

Raciocina-se de forma errada, porque se baseia em pressupostos errados.

Pressupostos errados, porque aparentemente são ou têm lógica.

Aparentemente são ou têm lógica, porque se é pobre.

Conclusão. O que é pobre nunca chegará a rico.

20.8.07

Reparei hoje 20-08-07, que a ligação que diz; “Estudo diz que não houve nenhum diplomado no curso de Sócrates em 1996 .” da minha postagem do dia 6-08-07, já não indicava a página certa. Por isso esta nova postegem já faz a ligação certa.

Este sr, Umberto Veronesi, afirma entre outros disparates, que Deus o perdoe, que o homem está a evoluir para a bissexualidade e que para ele é positivo.

A confusão que vai naquela cabeçorra é monumental. Ou então, monumental é a pulhice do homem.

Anomalias existiram antes deste caramelo ter nascido e vão continuar a existir, muito depois dele bater as botas.


Estado apoia encontro de activistas na origem do ataque do milho.”

O ministro da Administração Interna considerou hoje que a GNR «fez exactamente o que deveria ter feito» no caso da destruição de um campo de milho transgénico em Silves.”

Tenho sérias dúvidas sobre o milho, ou outro produto, transgénico.

Também tenho uma vaga ideia, do governo com a ajuda da comunicação social (que muito pouco falou), ter tratado da legalização e autorização para a plantação do milho transgénico à sucapa de todos. Já é um hábito instituído.

Do meu ponto de vista a actuação da GNR foi uma miséria.

Agora, a actuação destes chamados ambientalistas é totalmente inadmissível. Com que direito estes homens e mulheres, e não jovens, entram por uma propriedade alheia e destroem o produto do trabalho de alguém, só porque não concordam com o que está a ser feito. Mais, muitos destes chamados ambientalistas, se não a maioria, nem portugueses são (daqui a dois dias onde estarão?). É nestas alturas que o tio António gera saudade.


O jornal o Sol do fim de semana passado, publica a seguinte notícia; Governo “censura” biografias na Wikipedia. E de mais algumas coisas.

Mas o que para mim é mais preocupante, isto já para não falar do acto de vandalizar o trabalho dos outros, pior que o caso atrás referido, porque é por parte do Governo, que deve ser o garante, para que estes actos não aconteçam, é a resposta do sr David Damião. Segundo o Sol: “O mesmo assessor garantiu ainda que ninguém ordenou as mudanças, mas...” (??) e aqui é que a porca torce o rabo; “mas diz que foram feitas «apenas para corrigir dados falsos. Quem o fez foi para repor a verdade».”

Ninguém ordenou, mas foram feitas para corrigir dados falsos... ???

Como é que alguém, que é o porta voz do governo, pode vir tentar justificar um acto destes, totalmente reprovável, já ultrapassámos a republica das bananas, não tarda nada estaremos na barbárie declarada.

Vivemos tempos surrealistas.

15.8.07

Notícias hilariantes.

Aqui e Aqui

“Hospital staff in the Lothians have been told not to eat at their desks to avoid offending Muslim colleagues during Ramadan.”

Também estava a pensar em fazer o mesmo. Virar-lhes o cu e dar-lhes a vaselina. Áh, já quase que me esquecia, o multi-culturalismo só funciona num sentido... alias pensando bem só em dois, mas eu pertenço ao terceiro, e como tal, estou fundido. O melhor é desistir dos leitões e porcos que nos governam, porque estas merdas vão cá chegar. Ai isso é que vão, caso contrário não progrediremos. Haverá para aí algum planeta retrógrado, para onde possa emigrar?

Esta notícia derivou desta

Felizmente que os espanhóis eram intolerantes (em Tuguês).

The Aztecs believed that without human sacrifices to their gods, the world might come to an end or that their crops will fail. […] It is fortunate for the world that Cortez and his Spaniards were not tolerant, multiculturalists and moral relativists. Otherwise, in the name of religious tolerance, the Aztec gods would still be worshiped today.”

Vejam só o que os malandros dos colonizadores fizeram, acabaram, aqui, com os sacrifícios humanos e noutras partes do mundo, com canibalismo, etc. Se não fossem os colonizadores, nunca em África teria havido a escravatura. Que malandros.

Aqui e Aqui

Stab-proof school uniforms go on sale to protect pupils from knife attacks.”

Não há dúvida que o progresso levar-nos-á àquelas belas e reluzentes relíquias dos séculos passados. Nada de “molestar” os jovens de espírito pervertido que andam à “naifada”. Assim demandam as mentes iluminadas. Temos de proteger é as “Amélias” que se deixam “naifar”.

Aqui ficamos a saber por exemplo que afinal havia um pequeno “bug” no termostato e que afinal o anus mais quente dos USA (e deita fora), afinal não foi 1998 e sim 1934.

Mas que esta coisa do planeta estar a aquecer é bem verdade. Ainda hoje, estava calmamente deitado na praia, quando chegaram duas ondas de calor, que até me puseram o sangue em ebulição. A minha salvação foi a água estar gelada.

Vergonhoso acto do governo

O Tribunal Constitucional considerou inconstitucional esta tentativa do PS, de imposição de mais um passo para um sistema perverso e intimidatório, como em todas as ditaduras.

O contribuinte que reclamasse ou impugnasse uma decisão do fisco ou se atrasasse na entrega da declaração do IRS, daria ao fisco automáticamente a possibilidade de acesso à sua conta bancária, sem que um tribunal ou o visado, tivesse de dar autorização.

Tribunais para que te quero. Justiça (ou o que resta), idem.

Num sistema minimamente decente, esta possibilidade nem teria sida levantada, quanto mais elaborado um diploma.

Vergonhosa a forma como não se investe na justiça para depois, de forma ignóbil, tentar justificar com o combate à fraude e evasão fiscal, a tentativa de imposições como esta.

Felizmente que ainda à alguém com uma réstia de bom senso.


6.8.07

Estudo diz que não houve nenhum diplomado no curso de Sócrates em 1996
(Cagandáçorda... ai Balbino)
(...ssssstapanho...)
O
o



O presidente da SIDES, entidade que gere a Universidade Independente, afirmou esta quarta-feira que José Sócrates concluiu a sua licenciatura a 8 de Setembro de 1996, um domingo.
(...hum, num domingo...?)
O
o


Sócrates tem dois certificados diferentes
(...dois...? hehehe... hóhóhó...)
(nada melhor ca fartura...)
O
o

VESPA- Mas sr Sócrates, dois...?
Sócrates – O sr já imaginou, o que diriam de mim, se só tivesse um...


Curriculum de Sócrates já incluía licenciatura em Engenharia antes do curso na Independente
( ainda não percebi, porque carga d´água)
(é que tenho de estar a falar por )
(este buraco no vidro...)
O
o

-- Meus srs, repito o que o sr Marcelo R. de Sousa disse; ”Só num país de provincianos, como este, é que se julga que o canudo é preciso para tudo.” e mais, o sr M. Gago afirmou que; É um caso de certa maneira exemplar.”

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.