20.3.10


Acções beneméritas da nossa classe política e governantes.
Proposta do governo (PS) e aceite pelo CDS e PSD.

“Vai haver perdão fiscal para as empresas que tenham dinheiro em praças off-shore. A alteração consta do Orçamento de Estado para 2010 e explica-se assim: quem tiver dinheiro colocado ilegalmente no estrangeiro pode limpar o cadastro, fiscal e criminal, e colocar de novo o dinheiro em Portugal mediante o pagamento de uma só taxa, de 5 por cento sobre o valor a transferir.”
http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=Estado-perdoa-empresas-que-fugiram-ao-fisco-atraves-de-offshores.rtp&headline=20&visual=9&article=328481&tm=6

“Teixeira dos Santos anunciou, na cerimónia de cancelamento da dívida moçambicana (249,5 milhões de euros), que "muito em breve" também a dívida bilateral de São Tomé e Príncipe será perdoada.”
http://www.inverbis.net/sistemapolitico/portugal-perdoa-dividas.html

“Quem não entregar aos cofres do Estado os impostos de terceiros, como por exemplo o IRS ou o IVA retido, deixa de ter multas pesadas, ...”
http://dn.sapo.pt/inicio/interior.aspx?content_id=1132978

Embora estejamos em crise, a U.E. não se deixa incomodar e também surge com as suas acções beneméritas.

“A Comissão Europeia (por unanimidade) decidiu hoje levar a tribunal os 27 países da União Europeia, na sequência da decisão dos Estados-membros de reduzir este ano para metade os aumentos salariais dos funcionários das instituições europeias.”

“Em Dezembro passado, o Conselho dos 27 Estados europeus decidiu, por unanimidade, atribuir aos funcionários europeus (44.500) um aumento salarial bruto de 1,85 por cento, em vez dos 3,7 por cento previstos na legislação comunitária, que vários governos consideraram impensável em plena crise económica.”

“... a Comissão Europeia estima que a decisão dos países da UE não está em conformidade com a lei.”
http://aeiou.expresso.pt/ue-27-em-tribunal-devido-a-reducao-de-aumentos=f556240

“... dado haver já um precedente, quando, em 1972, num caso semelhante, o Tribunal se pronunciou a favor dos funcionários europeus.”
http://www.ionline.pt/conteudo/40603-ue-bruxelas-leva-27-tribunal-devido-reducao-do-aumento-salarial-dos-funcionarios

Fico-me por aqui, na enumeração de tantas benesses. Não me quero enfadar.

Distribuição de custos.

“A Comissão propõe o prazo de 2013 para nove países: Portugal, Alemanha, França, Espanha, Áustria, Países Baixos, República Checa, Eslováquia e Eslovénia.”
http://ec.europa.eu/news/economy/091112_pt.htm

“O Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) prevê um agravamento fiscal para a generalidade dos contribuintes de IRS, independentemente dos seus rendimentos, e o congelamento dos limites máximos da esmagadora maioria das prestações sociais pelo menos até ao final de 2013.”
http://economia.publico.pt/Noticia/apoios-sociais-congelados-e-subidas-no-irs_1427599

Como é óbvio, para não haver queixas de falta de justiça, a U.E. exige que os estados membros ponham ordem nas finanças públicas, desordem recordemos, causada pela alta finança com a cumplicidade silenciosa de todos os dirigentes europeus (e nacionais), em 3 anos, no caso de Portugal.

Esses mesmos dirigentes europeus, contestam a tentativa de um menor aumento dos seus ordenados.

Obedientemente e sem se opor, o governo português, democraticamente distribui os custos por todos aqueles que nenhuma responsabilidade tiveram no terramoto causado pela alta finança.

Nada fala sobre a diminuição das prestações que mensalmente pagamos por pertencermos à U.E.

Entretanto, estando a nação em dificuldades económicas, perdoa e promete perdoar dívidas de países estrangeiros.

Aplica uma taxa de 5%, o IRS é o dobro, a todos aqueles que fugiram às suas obrigações fiscais, que agora queiram trazer o dinheiro para o país, limpando-lhes o cadastro criminal.

Lança um PEC (Plano de Extorsão Criminosa), aumento de impostos, que vai fazer com que as pessoas, que não tiveram responsabilidades no descalabro financeiro, propositado, cheguem ao fim do mês com menos dinheiro, mais pobres. Responsabilizados pelos custos, pela recuperação financeira. Rompendo unilateralmente desta forma, com os acordos que o estado tinha com os portugueses (se qualquer cidadão decidisse da mesma forma...).

Os gregos, os únicos que ainda têm coluna vertebral, que não querem pagar as dívidas criadas por outros, são reprimidos nas suas manifestações, com o dinheiro dos seus impostos... É caso para lembrar aqui o que Lysander Spooner escreveu no seu livro “No Treason: The Constitution of No Authority”;

Quem desejar liberdade deve entender estes factos vitais:

1- Qualquer homem que ponha dinheiro nas mãos de um governo (assim chamado), põe-lhe nas mãos uma espada que será usada contra ele, para lhe extorquir dinheiro e também para mantê-lo subjugado à sua vontade arbitrária.

2- Aqueles que lhe ficam com o dinheiro, sem o seu consentimento, em primeiro lugar, usá-lo-ão para o continuar a roubar e escraviza-lo, se ele se atrever a resistir às suas futuras demandas.

.

15.3.10

Ter conta num banco custa pelo menos 100 euros por ano
http://economia.publico.pt/Noticia/ter-conta-num-banco-custa-pelo-menos-100-euros-por-ano_1427085

“Os bancos, por seu lado, como parte interessada que são, facilitam a concessão de empréstimos a quem decide comprar em leilão, isentando estes clientes de comissões por abertura de processo, por avaliação do imóvel e custos de registos provisórios, dando igualmente prioridade à apreciação dos processos iniciados em leilões.”
http://dn.sapo.pt/bolsa/interior.aspx?content_id=1519142


Al Corista

Climategate: Dr. Tim Ball on the hacked CRU emails


Media Alarmism

Svensmark’s Theory


E mais uns quantos vídeos interessantes aqui: http://climateclips.com/archives/category/video
.

13.3.10


O ataque ao grande impedimento para tornar o mundo numa barbárie, não pára.
Sob o pretexto das acções condenáveis de uma minoria de padres, sub-repticiamente atacam a Igreja Católica
Todos, incluindo os “bem” pensantes, atacam a Igreja Católica pelos pedófilos no seu ceio, mas quanto à miserável condenação, pelos tribunais; “... condenado por um tribunal a uma pena suspensa de 18 meses de prisão e a uma multa de 4000 marcos.”, nem piam.

Nas outras confissões religiosas, que também têm no seu ceio pedófilos, os meios de comunicação, “de referência”, tão prontos e cheios de “coragem” em condenar a Igreja Católica, acovardam-se vergonhosamente. Silêncio absoluto. Não se passa nada.
http://www.cmjornal.xl.pt/Noticia.aspx?channelid=00000091-0000-0000-0000-000000000091&contentid=7DC8FACF-F1C7-4401-88A6-E84C301D643D&h=2
Etc...


“Francisco Pinto Balsemão torna a sublinhar a importância de "cobrar o acesso a conteúdos on-line" ...”

“Também Paulo Fernandes, presidente da Cofina, dona do Correio da Manhã, defendeu, no ano passado, que "a medida tem de ser assumida por todos os operadores".”

Olha-me estes...
Querem formar um cartel, que seja legal... e querem que seja o estado a protege-los, o garante, do sucesso dos seus negócios, dos seus ganha pão. Querem que o estado imponha aos outros os custos e os riscos das suas opções económicas.
Qualquer negócio ou vende ou oferece o seu produto. Estes querem vende-lo, querem facturar, mas querem que o estado imponha regras que julgam garantir esse lucro.
Se querem cobrar que cobrem. Que corram os riscos das suas opções. Deixem o estado de fora dos negócios privados.
Querem que o estado seja sócio na imposição, que garanta o sucesso de negócios privados, mas não nos lucros. O estado sócio no cartel para que este possa ser legal (não deixa de ser imoral)...

Tá bem tá...

http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?contentid=792875CB-F925-4AC1-A5A7-582B40C59987&channelid=00000092-0000-0000-0000-000000000092&h=5
.
Sondagem aos estudantes das escolas secundárias em Israel entre os 15 e os 18 anos.
http://www.haaretz.com/hasen/spages/1155627.html

49.5% dos estudantes acreditam que os árabes israelitas não deve ter os mesmos direitos que os judeus (82% nos religiosos e 39% nos outros).

56% acredita que os árabes não devem ser elegiveis para se poderem candidatar para o knesset (82% religiosos e 47% nos outros).

48% disseram que recusariam ordens para evacuar os postos avançados e os assentamentos nos territórios palestinos (81% religios e 36% nos outros).

31% disseram que recusariam serviço militar para além da linha verde.

Prof. Daniel Bar-Tal – A juventude judaica ainda não interiorizou noções básicas de democracia. Há uma combinação de fundamentalismo, nacionalismo e racismo na visão do mundo da juventude religiosa.
.

11.3.10


“O Primeiro-Ministro reiterou que a redução dos benefícios fiscais inscrita no Programa de Estabilidade de Crescimento «far-se-á em nome de um princípio de justiça no sistema fiscal».”
-Pena não explicar qual.
.
“«A verdade é que nós temos um sistema fiscal que permite àqueles que têm mais elevados rendimentos terem mais benefícios fiscais. ...”
.
“... que «o grande esforço» de redução do défice orçamental «faz-se na redução da despesa», acrescentou que «podíamos ter escolhido o caminho fácil de aumento de impostos, mas escolhemos o caminho difícil de controlar a despesa do Estado ...”
http://www.portugal.gov.pt/pt/GC18/PrimeiroMinistro/Noticias/Pages/20100309_PM_Not_PEC.aspx
.
“O Primeiro-Ministro afirmou que a proposta de Programa de Estabilidade de Crescimento é ambiciosa, uma vez que «metade dos países europeus vai aumentar o défice em 2010 e Portugal não só não vai aumentá-lo como vai reduzi-lo, e é dos países onde essa redução vai ser maior».”
-Já sobre grande aperto, as famílias, vão ser novamente ainda mais sacrificadas. Com mais algum melhor bom senso, os outros países vão com mais calma. São imposições da U.R.S.E.
.
“O PEC parte de uma «opção clara e fundamental de não aumento de impostos, com uma excepção para os rendimentos acima dos 150 mil euros anuais, que passam para a taxa de 45% de imposto, e este excepção é em nome da justiça e da equidade que deve existir» ...”
-Justiça e equidade menos para uns do que para outros.
.
“José Sócrates sublinhou que estas medidas «são justas e necessárias» e «têm como objectivos relançar economia e equilibrar as finanças públicas» e «defender a credibilidade e a confiança na economia portuguesa».”
http://www.portugal.gov.pt/pt/GC18/PrimeiroMinistro/Noticias/Pages/20100308_PM_Not_PEC.aspx
-A credibilidade e confiança vem dos políticos que temos. Neste caso que não temos.
.
-Tirando o segundo parágrafo, que é verdade, mas é o que acontece no resto do mundo, não serve de consolo, mais um lapso do engenheiro, de resto, é uma autêntica calamidade e aldrabice pegada.
“Teixeira dos Santos admite que aumento da carga fiscal previsto no documento vai afectar mais de três milhões de portugueses.”
“... (PEC) deverão gerar mais de 1,3 mil milhões de euros em receitas.”
http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?contentid=F11D256A-8166-45F2-8EFC-2BCFB069913F&channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181&h=11
Só para o aldrabão do Eng é que não há aumento de impostos, etc.
.
.
Orçamentos da Assembleia da República
Total para 2010 ----------------------------------- 191.405.356,61€
Total para 2009 ----------------------------------- 184.308.359,67€
.
Depois vêm as outras contas...
http://www.parlamento.pt/Paginas/XIL1SL2010_OrcamentoAR2010.aspx
Que transcrevo;
"A Assembleia da República aprovou, por unanimidade, o seu orçamento para 2010, em relação ao qual há que salientar:
.
1. O OAR/2010 ascende a € 191.405.356,61 e, relativamente ao OAR corrigido de 2009, € 208.559.142,93, traduz-se numa redução de 8,2%.
-Faltam aqui 24.250.783,26€ que não encontro no OAR/2009. Se alguém souber do corrigido, agradeço desde já a informação. Só no fim do ano saberemos se este orçamento terá sido ou não também ele corrigido... estar já a afirmar que há diminuição...
.
2. O OAR/2010 decompõe-se em três grandes áreas: (o de 2009/2008 ... também)
.
2.1. Actividade da AR propriamente dita, a que correspondem € 85.502.827,00.
.
2.2. Entidades autónomas e outras entidades que funcionam junto da AR, a que correspondem €14.235.655,00.
.
2.3. Subvenções, a que correspondem € 91.666.874,61.
.
3. Em 2010, a transferência do OE para o OAR será de 100.532.956,88, quando em 2009 foi de €186.356.657,46, o que representa uma redução de 46,1%."
.
Em 2009 total da despesa orçamental --- 84.867.088,67€ (AR própriamente dita)
Operações extra-orçamentais (2,2+2,3)-- 99.441.271,00€
Total ------------------------------------------ 184.308.359,67€
.
-No portal da Assembleia da República temos para o ano de 2009, 3 orçamentos distintos;
a-O de 184.308.359,67€
b-O corrigido de € 208.559.142,93 (que demonstra que foi maior que o de 2010, redução de 8,2%)
c-O de € 186.356.657,46 (que demonstra que também foi maior que o de 2010, redução de 46,1%)
-OBS. Se alguém souber onde se encontram informações fidedignas, por favor deixe o endereço.
.
Dizem eles* que os subsídios ao Grupo Desportivo Parlamentar é de 16.000,00€ menos 69,1%, e Associação dos ex-Deputados de 44.732,00€ menos 21,2%, do que em 2009.
-Fui verificar no O.A.R., por eles apresentado, e os valores são exactamente os mesmos. Não sei onde está a diminuição.
-Fui verificar em relação ao O.A.R. para 2008**, G.D.P 16.000,00€, e A. dos ex-D. 21.000,00€. Neste último mais que duplicou.
-No O.A.R. 2007, como no suplementar, é de 16.000€ para o G.D.P.
-No O.A.R. 2007 para a A. dos ex-D. é de 0,00€ (zero). Já no O.A.R., suplementar, 2007, é de 21.000€.
.
**Outras curiosidades
O.A.R. (suplementar) 2008 Total -------------------134.650.471,30€
http://www.parlamento.pt/GestaoAR/Documents/oar/1OARSuplementar2008.pdf
.
-Todos os orçamentos a que faço referência foram tirados daqui:
Assembleia da Republica.pt
*
http://www.parlamento.pt/oar/Paginas/default.aspx
.
Uma visão aos orçamentos
2010
01.01.01a Vencimentos ordinários de Deputados…......................................10.589.200,00
01.01.01b Vencimentos Extraordinários de Deputados…...............................1.760.400,00
01.02.04c Ajudas de custo: Deputados…........................................................2.724.050,00
02.02.10a Transportes: Deputados…..............................................................3.868.500,00
02.02.13a Deslocações – viagens….................................................................1.594.880,00
02.02.13b Deslocações – Estadas…....................................................................768.520,00
12.02.06a Subv. Estatal p/campanhas eleitorais - FORÇAS POLÍTICAS........57.797.550,00
12.02.06b Subv. Estatal p/campanhas eleitorais - RESTITUIÇÕES DGT.........15.921.893,61
.
2009
01.01.01a — Vencimentos ordinários de Deputados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .11.633.458,55
01.01.01b — Vencimentos extraordinários de Deputados . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1.938.909,25
01.02.04c — Ajudas de custo: Deputados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3.360.724,37
02.02.10a — Transportes: Deputados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3.087.899,83
02.02.13a — Deslocações — Viagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2.448.103,64
02.02.13b — Deslocações — Estadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1.275.622,82
12.02.06a — Subv. estatal para campa. eleito. — Forças políticas . . . . . . . . . . . 70.577.550,00
.
2008 (suplementar 2ªcoluna)
01 01 01a Vencimentos ordinários de Deputados….................11.138.800,00 –11.372.714,80
01 01 01b Vencimentos extraordinários de Deputados........…...1.873.400,00 – 1.912.741,40
01 02 04c Ajudas de custo: Deputados….................................. 3.297.600,00 – 3.396.849,60
02 02 10a Transportes: Deputados….........................................3.160.000,00 – 3.260.894,50
02 02 13a Deslocações — Viagens…............................................2.136.310,00 – 2.319.986,80
02 02 13b Deslocações — Estadas…............................................1.321.700,00 – 1.390.158,30
05 01 01a Subv a parti. e forç. políti. representa. na AR..........16.287.588,00– 17.217.152,90
05 01 01b Subv estatal para as campanhas eleitorais…..............2.798.512,00 – 2.848.935,00
.
2007 (suplementar 2ªcoluna)
01 01 01A Vencimentos ordinários de Deputados..................10.917.956,00 - 11.091.725,34
01 01 01B Vencimentos extraordinários de Deputados............1.888.020,00 - 1.916.340,30
01 02 04C Ajudas de custo — Deputados..................................3.137.953,00 - 3.152.831,85
02 02 10A Transportes — Deputados.......................................3.674.679,00 – 3.773.895,33
02 02 13A Deslocações—Viagens..............................................1.926.936,00 – 2.003.706,66
02 02 13B Estadas.....................................................................1.069.194,00 – 1.156.514,69
05 01 00 Subvenções a entidades não financeiras...................16.385.614,00 - 32.937.099,92
05 01 01 Subvenções aos partidos e forças políticas................15.596.478,00 - 32.113.758,07
ETC.
Agora cada um que decida
.

10.3.10

Sobre os perigos do Fluor.
http://www.youtube.com/watch?v=5ZraYB4gMAA&feature=player_embedded
http://www.youtube.com/watch?v=93wqwUh6OCM&feature=player_embedded
http://www.youtube.com/watch?v=DsmH52cvt34&feature=player_embedded
http://www.youtube.com/watch?v=PVH_WYMG2Gg&feature=player_embedded
Vi-os através do blog - http://revelatti.blogspot.com/


***

Religions of the world


***

Political Borders of Europe from 1519 to 2006

***

The Planned Destruction of Germany Pt-1 e 2


The Last Dirty Secrets of World War 2 (Part 1) e (Part 2)

9.3.10

Quadro tirado de: http://dn.sapo.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=1514567
.
Justiça socialista.
10 milhões de portugueses, 4.290.000 trabalham, 3.290.000 pagam IRS.
100 a dividir por 7.250 ( 517€/mês) = 0.013793
700 a dividir por 64.623 (4.615€/mês) = 0.010832
Significa isto que o peso que esta rectificação ao IRS vai ter sobre os orçamentos familiares dos que estão no escalão mais baixo do IRS (todos pagam impostos), vão ser maiores, do que aqueles que estão no escalão mais alto.
.
Enquanto o sócrates sabia da marosca que estavam a cozinhar, o país está em maus lençóis, há que fazer algo,... foi de falcon da força aérea à Madeira quando poderia ter ido num voo comercial, mais económico.
É também um critério básico de justiça, baixarmos as prestações mensais (800.000€/mês 9.600.000/ano) que pagamos à União Europeia. A crise tem de passar por todos.
Por a banca a pagar o mesmo que pagam as outras empresas, sendo elas, ainda por cima, em grande parte, as responsáveis pelo o estado económico do país.
.
Correio. Embora não concorde com tudo, acho interessante.
Meus amigos,
O que vos vou contar é verdade.
Estava há dias a falar com um amigo meu Nova-iorquino que conhece bem Portugal, o Eddie Cox, que alguns de vós conheceu da última vez que cá esteve num barbecue em minha casa… Dizia-lhe eu à boa maneira portuguesa de “coitadinhos” :
- Sabes Eddie, nós os portugueses somos pobres ...
Esta foi a sua resposta:
- António, como podes tu dizer que sois pobres, quando sois capaz de pagar por um litro de gasolina, mais do triplo do que pago eu?Quando vos dais ao luxo de pagar tarifas de electricidade, de telemóvel 80 % mais caras do que nos custam a nós nos EUA?Como podes tu dizer que sois pobres quando pagais comissões bancárias por serviços bancários e cartas de crédito ao triplo que nos custam nos EUA?
Ou quando podem pagar por um carro que a mim me custa 12.000 US Dólares e vocês pagam mais de 20.000 €, pelo mesmo carro? Podem dar mais de 8.000 € de presente ao vosso governo e nós não.
- António, francamente não te entendo!
- Nós é que somos pobres: por exemplo em New York o Governo Estatal, tendo em conta a precária situação financeira dos seus habitantes cobra somente 2 % de IVA, mais 4% que é o imposto Federal, isto é 6%, nada comparado com os 20% dos ricos que vivem em Portugal. E contentes com estes 20%, pagais ainda impostos municipais.
- Além disso, são vocês que têm “ impostos de luxo” como são os impostos na gasolina e gás, álcool, cigarros, cerveja, vinhos etc., que faz com que esses produtos cheguem em certos casos até 300 % do valor original, e outros como imposto sobre a renda, impostos nos salários, impostos sobre automóveis novos, sobre bens pessoais, sobre bens das empresas, de circulação automóvel.
Vocês pagam ao vosso Governador do Banco de Portugal, um vencimento anual que é quase 3 vezes mais que o do Governador do Banco Federal dos EUA...
- Sois pobres onde António?
- Um país que é capaz de cobrar o Imposto sobre Ganhos por adiantado e Bens pessoais mediante retenções, necessariamente tem de nadar na abundância, porque considera que os negócios da nação e de todos os seus habitantes sempre terão ganhos apesar dos assaltos, do saque fiscal, da corrupção dos seus governantes e autarcas. Um país capaz de pagar salários irreais aos seus funcionários de estado e da iniciativa privada.
Deixa-te de tretas António, sois pobres onde?
- Os pobres somos nós, os que vivemos nos USA e que não pagamos impostos sobre a renda se ganhamos menos de 3.000 dólares ao mês por pessoa, isto é mais ou menos os vossos 2.370 €. ...Vocês podem pagar impostos do luxo, sobre o consumo da água, do gás e electricidade. Aí pagam segurança privada nos Bancos, urbanizações, municipais, (ex-presidentes) enquanto nós como somos pobres nos conformamos com a segurança pública. Vocês enviam os filhos para colégios privados, enquanto nós aqui nos EUA as escolas públicas emprestam os livros aos nossos filhos prevendo que não os podemos comprar. Vocês não são pobres, gastam é muito mal o vosso dinheiro. Ou então, vocês Portugueses são uns estúpidos ou uns mansos de ... !
- Que vou responder ao Eddie? Por favor dêem-me sugestões.
.
Verdade é o estado calamitoso a que os portugueses chegaram. Deixam que os roubem, pelos políticos e pela União (das Republicas Socialistas) Europeias.
.
Correio. Para descontrair.

video


7.3.10


Cúmplices de Saddan, que nunca serão julgados.


A razão é bastante simples. Devido às suas magnificentes acções, proporcionaram uma gerra justa.

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.